Desde , filósofos e pensadores tentam definir o humor mas nunca chegaram a um veredito final. Afinal de contas, o que é engraçado? Uma coisa é certa, não existe consenso. É impossível agradar a Gregos e Troianos. Mas pra mim, isso pouco importa. Eu prefiro muito mais os Fenícios.

De qualquer forma, nunca entendi porque as pessoas encaram o Homem-Grilo como uma comédia. Afinal, estamos falando de heróis. Super heróis. O Homem-Grilo é portanto um épico. E cabe a mim como um moderno cantar a glória deste herói que foi mordido por um grilo radioativo – se é que os grilos mordem, é claro!

Roteiro: Cadu Simões.
Arte: Vini.