Super-Heróis Brasileiros

Tira de Anicersário do Bucha

Este quadro é parte da tira de aniversário do Bucha, personagem do Samuel Bono, na qual ele faz uma homenagem a diversos super-heróis brasileiros, incluindo até mesmo um certo super-herói que foi mordido por um grilo radioativo – se é que o grilos mordem, é claro! =)

É interessante notar que boa parte dos personagens apresentados aí são super-heróis burlescos. O que é um forte indício a favor da minha teoria de que um super-herói brasileiro só funciona bem na forma de paródia ou humor. Notem que o leitor brasileiro de quadrinhos aceita os super-heróis norte-americanos com naturalidade, mas não consegue encarar da mesma forma um super-herói brasileiro, ainda mais se este for construído sobre os moldes do super-herói norte-americano (como é o caso do Homem-Grilo). Esse arquétipo de personagem, se inserido na nossa realidade cultural e social, acaba se tornando involuntariamente fake.

Não estou dizendo com isto, no entanto, que é impossível criar um bom super-herói brasileiro “a sério”. Sim, é possível. Mas para isto, acredito, deve-se abandonar completamente o arquétipo de super-herói construído pelos norte-americanos, e se voltar para o arquétipo de herói clássico. E começar a trabalhar no personagem a partir daí. Aí sim poderia sair algo bom que não soasse como pastiche.

One thought on “Super-Heróis Brasileiros

  1. pucha 2006! Revirando o baú eu acho esse post.

    A ideia do arquetipo do heroi americano fodão realmente não funciona para nós. Talves não seja apenas por preconceito mesmo de tanto ver americanismo na cabeça.

    Principalmente quando olhamos para nós mesmos preferimons nos ver como um povo alegre, acho que o leitor quando pega um quadrinho nacional ele cobra do autor uma linguagem não dentro da realidade dele, mais dentro do "seu geito de pensar".

    Um exemplo são os quadrinhos de terror dos anos 80, que o publico brasileiro preferia muito mais os pisicológicos.

    O sucesso de Holly Avenger por exemplo, onde apesar de sério, as lutas e apelo sexual são tratados como ironia, assim como costumamos tratar desses assuntos em rodas de amigos.

    De fato, foi um bom toque que este artigo me deu.

    ^_~ parabens

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.